Nada a celebrar, muito a se lembrar

Palhaços e loucos estão à solta, marchando orgulhosos e cheios de poder, e são tantos que quando o passado abre uma janela, parece que nos vemos num espelho. Espelho distorcido, mas que ainda assim reflete como estamos. Na madrugada entre o dia da mentira e o 31 de Março, data preferida por quem o apóia, …

More